“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra.”‭‭Atos‬ ‭1:8‬

Vancouver, British Colombia, Canada

Planos para esse ano

Meu papel na YWAM Vancouver é na liderança da Escola de Treinamento e Discipulado (ETED). Nosso foco aqui na base é servir de canal para a transformação que Deus quer fazer na vida dos nossos alunos e ao mesmo tempo alcançar povos que não tem acesso ao evangelho, e por isso nós sempre levamos nossos grupos para países como Tailândia, Nepal e Camboja. Nossa próxima ETED começa em Setembro e se Deus permitir em Janeiro levarei um grupo para o Nepal.
Como a nossa escola só começa no segundo semestre os próximos meses serão de preparação. Em Agosto temos uma conferência com a YWAM Canada em Manitoba (uma província que fica mais ou menos no meio do Canadá – Vancouver fica na costa Oeste) e logo depois um treinamento em Chico, na California. Se Deus permitir marcarei presença nesses dois eventos (serão muitos km rodados). 

Vancouver – Formatura de ETED (28 de Fevereiro de 2017)

Tailândia

Em Fevereiro desse ano tive a oportunidade de visitar o grupo da nossa última ETED na Tailândia. Fiquei por lá volta uma semana e foi muito legal ver o que Deus estava fazendo através dos nossos alunos. Uma noite eu e mais duas pessoas saímos para jogar futebol. Acabou que não jogamos bola, mas entramos de penetra em uma festa de aniversário. Se não me engano tinha umas 15 pessoas presentes e ninguém falava uma palavra de inglês. Eles não paravam de nos servir comida (eu comi um camarão tão duvidoso que não sabia se sobreviveria até o dia seguinte). Uma das meninas tentou falar que já tinha jantado colocando a mão na barriga, tentando fazer gesto, mas não funcionou bem, o povo achou que ela estava grávida e trouxe mais comida. O legal é que dessa “festa” surgiu uma amizade muito bacana. Esse pessoal acabou levando o nosso grupo pra pescar, visitar caverna, ver o por do sol, jogar futebol. Esse é o nosso jeito de pregar o evangelho, fazendo amigos.

Tailândia – Visita ao grupo de ETED (6 de Fevereiro de 2017)

O que Deus tem falado comigo
Uma pequena frase que tem me acompanhado nos últimos dias foi falada por um dos meus alunos da ETED quando nós estávamos na Tailândia.

“You… you don’t do much” // “Você… você não faz muita coisa”

Deus faz! Sem Ele eu não faço muita coisa mesmo.

O que está acontecendo na YWAM Vancouver

É tempo de mudança! Literalmente…

A YWAM Vancouver tem crescido muito, e com isso veio a necessidade de um espaço maior. No fim desse mês nós vamos nos mudar.

Nosso novo escritório fica num prédio onde funcionam um bar, uma lojinha de maconha medicinal, uma loja de “comic books”, além de outros estabelecimentos.

Estamos muito empolgados em fazer parte dessa comunidade!

Outras escolas e projetos:

Escola de Estudos Bíblicos – 10 alunos estão participando desse programa que tem duração de 9 meses (o término será no final de Junho).

Mission Adventures – nós recebemos grupos de igrejas e escolas de várias partes do Canadá e EUA. Essas pessoas trabalham com organizações locais geralmente foçadas em ajudar moradores de rua.

Oração

Muito obrigada a todos os que tem me sustentado com suas orações. Aqui vão alguns pontos onde você pode interceder por mim:

  • Sabedoria e direção para os próximos meses. Esse será um tempo crucial para futuro das ETEDs em Vancouver.
  • Visto. Meu visto canadense vence em Junho e estou começando o processo para renová-lo.

Se você também tem um pedido de oração especial me mande uma mensagem.

Apoio

Sou extremamente grata a todos que tem me apoiado. Sem a ajuda de vocês nada disso seria possível.

A YWAM é uma organização onde seus obreiros levantam seu próprio sustento. Caso você queira me apoiar financeiramente segue abaixo os meus dados bancários:

Banco do Brasil

Agência: 3478-9

Conta Corrente: 45642-x

CPF: 010.752.421-00

Quem é vivo sempre aparece!!!

Acho que todos os meus posts nesse blog começam com alguma coisa desse gênero. Queria conseguir postar com mais frequência e contar mais coisas que têm acontecido por aqui, mas não dá. Geralmente termino os estudos sábado a noite e no domingo nem penso em escrever nada, quero só assistir um filme e relaxar.

Relendo o meu último, e único, post aqui da Inglaterra vi que eu não falei absolutamente nada sobre como é o curso, como é o meu dia a dia e a vida aqui no The King’s Lodge na famosa metrópole Nuneaton!!! Então aí vai:

Eu moro em Nuneaton, que fica a aproximadamente 150km da capital Inglesa. Uma cidade bem pequena, com cerca de 80 mil habitantes, conhecida por ser a cidade natal de George Elliot, famoso(?) escritor Inglês, que na verdade é uma mulher, mas não estamos aqui pra falar de George Elliot, deixa pra lá.

A base da YWAM (não consigo falar JOCOM) se chama The King’s Lodge, é um casarão bem antigo que, se não me engano, já foi um hotel. Ela fica a 40 minutos, a pé, do centro da cidade. É um lugar bem bacana, apesar de antigo é, na medida do possível, bem cuidado. Hoje eu divido o quarto com uma coreana chamada Ruth.

O curso que eu estou fazendo se chama SBS – School of Biblical Studies (Escola de Estudos Bíblicos). O principal objetivo dele é não só ler a Bíblia e observá-la, mas interpretar o que o autor estava querendo passar para a audiência original, e assim trazer essas palavras para os nosso dias. Estudamos muito o “background” de cada livro. A cada semana temos um (as vezes dois ou três) livro diferente e o processo é geralmente o mesmo:

  1. Primeira leitura do livro – do começo ao fim, sem interrupção e em voz alta.
  2. Segunda leitura do livro – “color code” observar o texto, quem são os personagens envolvidos, qual é o tipo de literatura, quais os pontos principais de cada parágrafo, etc
  3. Terceira leitura do livro – Dar título para cada parágrafo
  4. Quarta leitura do livro – Montar um estrutura para o livro, dividi-lo em tópicos.
  5. Quinta leitura do livro – Interpretar o que o autor queria dizer para a audiência original

Livro após livro, semana após semana é isso o que fazemos aqui na SBS. Tenho aprendido muito!!!

Outro dia me perguntaram, “mas porque estudar a Bíblia?” E eu fiquei pensando. Dentre as milhares de respostas que passaram na minha cabeça, uma delas foi: para conhecer Deus por completo. A gente pode ter uma relação muito bacana com Deus, pode orar, pode ouvir a voz dele, etc. Mas sem a Bíblia nós conhecemos só parte dEle. Eu confesso que antes de me juntar à YWAM eu não era muito de ler a Bíblia. Lia alguns versos e histórias que me inspiravam, as vezes lia o No Cenáculo, lia as 324345345365 mensagens bíblicas que o povo posta no Facebook todo dia. Mas eu nunca tinha parado pra realmente estudá-la. Se você nunca fez isso eu te encorajo a fazer, estude a Bíblia não só como devocional, mas estude a história por trás, pois ela traz muita revelação do caráter de Deus. E existem muitos meios de fazer isso, na internet tem muita informação, temos Bíblias de estudo muito boas, Wikipedia, enciclopédias (alguém ainda tem isso em casa?). Enfim, material não falta. Vale muito a pena!

Agradeço a cada uma que tem me apoiado, seja em oração ou financeiramente, vocês são benção na minha vida. Que Deus os abençoe cada dia mais.

2012

Esse ano foi o ano da mudança. Começou igual a qualquer outro ano, trabalho, família, igreja, até que Abril veio…

Dia 5 de Abril eu saí do Brasil em direção à Kona, Hawaii. Quem diria que a vida ia mudar tanto depois de cinco meses de DTS (Discipleship Training School). Antes de viajar quantas vezes eu pensei em desistir, por vários motivos, ficar longe da família, como viver sem trabalhar e ganhar dinheiro? Como pagar as contas? Tantas perguntas e incertezas até que eu coloquei os meus pés na Big Island. Ali era o lugar certo pra eu estar. Como Deus falou comigo, uma voz que costumava ser distante, atrás apenas dos livros da Bíblia, se aproximou. Um relacionamento adormecido há tanto tempo foi restaurado.

Durante a minha primeira semana de DTS em Kona nós tínhamos que escolher para onde queríamos ir durante o “Outreach”. As opções que tínhamos eram Londres & Amsterdam, Londres & França, Londres & Irlanda, Londres & Berlin, Kansas City & Los Angeles e Camboja. Confesso que não foi fácil fazer essa escolha; primeiro porque desde que visitei Londres por dois dias em Fevereiro de 2009 eu me apaixonei pela cidade; segundo porque era bem na época das Olimpíadas, ia ser meu sonho de consumo; mas depois de orar, e orar, e orar (acho que era pra ver se Deus mudava ideia) eu escrevi no papel onde deveríamos colocar nossas escolhas de cidades, em primeiro lugar Camboja e em segundo Londres & Amsterdam.

Dia 22 de junho eu, junto com outras 10 pessoas, saí de Kona em direção ao Camboja. Eu lembro o calor que fazia quando a gente saiu do avião, e o pior, era meia noite. Confesso que naquela hora o desânimo bateu forte, mas não foi tão difícil quanto eu pensava. Na base onde ficamos não tinha chuveiro quente, mas não importava, com o calor que fazia às vezes achava que a água podia até ser mais fria. O meu meio de transporte era uma bicicleta, cada jornada era uma aventura, foi realmente um milagre de Deus que ninguém do time sofreu nenhum acidente sério, claro que tivemos pequenos incidentes, como uma das garotas cair da garupa da bike de saia numa possa d’água, mas nada de grave. Fiquei triste quando minha companheira (a bicicleta) foi roubada na penúltima semana. No Camboja também foi onde pela primeira vez eu preguei numa igreja (primeira e única… rsrsrsrsrs). E foi no Camboja que eu falei pra Deus que ia pra qualquer lugar falar de Jesus, que ia pregar o evangelho a toda criatura, e a minha maior motivação maior, não é amor pelo ser humano que está perdido, a minha motivação maior é porque eu amo a Deus e não é justo que ele não receba toda a adoração de todos os povos e raças dessa terra. Como o coração dEle deve doer com o mundo de hoje. Como deve ser difícil ver as suas próprias criaturas se voltando contra você. Como deve ser difícil ver cada filho, que Ele tanto ama se entregando pro mal. Eu não prego o evangelho só por causa do perdido, eu prego o evangelho por causa do Pai também.

E pra pregar esse evangelho eu preciso conhecê-lo, como falar de algo que você não conhece? Por isso eu estou onde estou, estudando e aprendendo da palavra de Deus, a Bíblia. Na metade do meu tempo no Camboja eu me inscrevi para fazer a SBS – School of Biblical Studies na Inglaterra, Deus é tão bom que fez essa base uma das mais em conta pra eu poder estudar. Foi por um milagre dEle que eu estou aqui hoje, eu cheguei do Camboja em Brasília no dia 9 de Setembro e tudo o que eu tinha eram 100 dólares no bolso um IPAD e um Iphone, não pensei duas vezes, vendi tudo e mesmo assim faltava muito dinheiro. Por mais barata que a escola fosse eram R$ 3.500 que eu não tinha. Mas Deus tocou o coração de várias pessoas, e durante os vinte dias que estive no Brasil recebi bastante ajuda e deu pra pagar todo o valor do primeiro trimestre de curso, não vou citar nomes, mas se você é uma dessas pessoas que me deu qualquer quantia receba novamente meu agradecimento, você foi um instrumento de Deus na minha vida. Não posso deixar de citar todo o apoio que recebi da família e do pessoal da igreja, cada um que vem falar que ora por mim é como se uma descarga de energia entrasse no meu corpo. Por mais que pareça ser fácil não é, graças a Deus eu fui muito bem educada na igreja por professores maravilhosos e tenho uma base cristã muito boa, não é fácil me tirar dos eixos, mas enfim, quero agradecer a cada um de vocês que têm orado por mim, as orações de vocês são indispensáveis pra minha caminhada!

E tem sido uma caminhada e tanto. Não é fácil estudar a Bíblia, e o fato de o inglês não ser a minha primeira língua dificulta bastante. Mas tem sido muito bom e eu tenho aprendido muito. Em Janeiro vamos começar a estudar o Velho Testamento, estou ansiosa, tenho certeza que vai ser fantástico.

Queria desejar a todos um feliz Natal! E um ótimo 2013 (se o mundo não acabar, né…). Que seja um ano de bênçãos nas mãos do Senhor!

BeijoImage

Foram 2 meses no Camboja

Nem sei por onde começar…

Um dia, indo pra igreja, pedalando a minha bicicleta, eu me peguei pensando em como o mundo ficou pequeno. Eu no meio da Ásia, me sentindo em casa. Dois meses antes a minha casa era uma ilha no meio do pacífico. 5 meses antes era no meio do Brasil. Onde será a minha casa em 1 ano? Não tenho a menor idéia. O mundo não é mais tão grande quanto eu achava, e parece que está ficando cada vez menor.

Foram dois meses no Camboja. Dois meses onde a primeira tarefa do dia era louvar a Deus por uma hora, dois meses onde a primeira tarefa depois do almoço era 1 hora de intercessão, dois meses onde as últimas horas do dia eram dedicadas à leitura da Bíblia. Foram dois meses conhecendo Deus mais de perto.

Junto com isso foram 2 meses de muito trabalho. A cada manhã um ministério diferente, as vezes no meio de crianças, as vezes andando pela vila onde ficava nossa igreja, as vezes andando pela cidade, mas sempre com um único propósito: “to make Jesus Known”. Todas as tardes dando aula de inglês. Toda semana tinhamos um dia em que não dávamos aula de inglês, falavamos de Jesus pros alunos. Eu nunca achei que esses dias estavam fazendo muita diferença na vida deles, mas na nossa última semana aplicamos uma prova em que um dos textos era sobre quando Jesus lavou os pés dos discipulos, e tinha a seguinte pergunta pra eles responderem: você se surpreende com essa história? Porque você acha que Jesus fez aquilo? (ou algo do gênero, não me lembro exatamente) Praticamente todos respoderam que sim, se surpreenram com a história, porque Jesus é o filho de Deus e mesmo assim serviu aos outros. E responderam que Jesus fez aquilo porque amava os discípulos e que também nos ama. Esse foi o dia em que tive a sensação de dever cumprido. Se de tudo que eu ensinei nesses dois meses pra minha sala de aula a única coisa que eles guardarem é que Jesus ama cada um deles, estou mais do que satisfeita.

Nunca vou esquecer esse lugar, não importa o que aconteça daqui pra frente, no Camboja foi onde a minha jornada começou. Foi onde eu preguei pela primeira vez numa igreja, foi onde eu aprendi a ter coragem e confiar que Deus vai sempre estar comigo, foi onde eu aprendi a ouvir claramente à vóz de Dele.

Agora já estou no Hawaii novamente. Fico aqui até domingo e chego devolta ao Brasil na terça dia 11. Mas o trabalho não para, se Deus quiser dia 26 eu embarco pra uma nova fase. Dessa vez 9 meses de estudo bíblico em Nuneaton na Inglaterra. Pesso a todos que orem por mim, eu tenho 2 semanas pra conseguir o visto e juntar dinheiro pra continuar essa jornada.

João 8:31-32
“Se permaneceres no meu ensino, verdadeiramente sereis meus discípulos. Então conhecereis a verdade e a verdade vos ligertará.

Fui. Fiquem com Deus!

Cambodia

Finalmente notícias diretamente de Battambang, Camboja!!!

Já faz quase um mês completo que eu estou no Camboja. E num piscar de olhos vou estar entrando no avião devolta pra Kona.

Os dias aqui são muito corridos. De manhã tenho ministérios variados, e a tarde dou aulas de inglês no Youth Center, que funciona na base da YWAM aqui em Battambang.

Como eu falei pela manhã trabalho em ministérios variados, são eles:

1 – Jee-vit’s House: é um lugar onde crianças que têm Aids, ou que os pais têm Aids, são auxiliadas. Eles fazem de tudo pra que os pais não mandem seus filhos pra orfanatos, os mantendo na escola, dando alimento, roupa, aconselhamento, etc. É um ministério criado pela YWAM Battambang que hoje ajuda cerca de 30 famílias. Duas vezes por semana eu vou ajuda-los, fazendo de tudo, brinco com as crianças, conto histórias da bíblia, ajudo na limpeza da casa, etc.

2 – TransformAsia: uma igreja local toda quarta feira recolhe crianças de rua para dar banho, contar histórias bíblicas, dar comida, etc.

3 – Evangelismo: duas vezes por semana saímos em dupla pra evangelizar nas ruas de Battambang.

Cada um desses ministérios é muito especial. Mas o meu foco é o Youth Center a tarde. Ontem ao invés aula de Inglês eu ensinei sobre quem é Deus, espero ter pelo menos plantado uma semente no coração desses jovens. Ainda vou “pregar” muito pra eles, ontem foi só o começo.

Mudando de assunto, eu já mencionei que o meu meio de transporte é uma bicicleta azul? Pois é, rodo Battambang inteira em duas rodas, dividindo espaço como motos, carros, pedestres, carroças, etc. O transito é uma loucura, não existe sinal, polícia rodoviária ou qualquer coisa do gênero. O meu amigo Josh tem um ótimo esquema que eu adotei também “i’m going… if you don’t stop you’re gonna hit me” que é basicamente, eu to indo… se vc não parar, vai bater em mim. Tem funcionado até agora.

Eu ainda tenho mais de um mês aqui no Camboja. Mas já estou planejando o que fazer depois que acabar o meu tempo aqui. A direção em que tenho ido é fazer uma SBS – School of Biblical Studies. Esse é um curso da YWAM onde por nove meses se estuda a Bíblia, nesse período ela é lida 5 vezes. O meu desejo é continuar a trabalhar com missões, e pra isso conhecimento bíblico é essencial, por isso o meu plano é fazer esse curso. O lugar que eu escolhi foi Nuneaton na Inglaterra. http://www.thekingslodge.com . Foi amor a primeira vista quando eu entrei no site. Mandei um e-mail pedindo informações e o pessoal de lá já me respondeu pedindo pra eu fazer a inscrição. Pedi pra me mandarem o preço da escola, sem muita esperança porque como é na Inglaterra provavelmente seria mais caro que nos outros lugares, e pra minha surpresa foi a segunda escola mais barata. Eles dão um grande desconto pra estudantes de países em desenvolvimento. Enquanto o custo mensal em outros lugares seria de +- 1000 dólares, em Nuneaton é 500 dólares. Estou orando e juntando informações pra fazer a coisa certa.

Fico por aqui,

Um grande beijo!!! Morro de saudade de Brasília, família, amigos, igreja…

Última semana em Kona

Como o tempo voa! Parece que foi ontem que eu cheguei aqui no Hawaii, mas ao mesmo tempo TANTA coisa já aconteceu.

Quando eu olho pra mim mesma no dia que cheguei e depois olho pra pessoa que sou hoje não vejo mais a mesma coisa. Eu estava tentando escrever a minha história com as minhas próprias mãos e idéias, mas hoje o livro da minha vida não sou mais eu que escrevo, Deus, o autor da vida, escreve pra mim, e os planos e sonhos dEle são infinitamente maiores do que os meus… E eu to doida pra ver o que vem nas próximas páginas!!!

Dia 27 agora eu saio de Kona e vou pro Camboja. Acabou fase de treinamento, ouvir os professores toda semana, esperar pra ver qual vai ser a aula do dia seguinte… Daqui a uma semana eu sou a professora, eu vou ter que preparar a aula do dia seguinte, eu vou treinar os outros. Será que três meses de treinamento é suficiente? Daqui a uma semana eu descubro (mas algo me diz que é…)

Somos 11 pessoas no time: eu, Marissa (EUA), Cecile (Holanda), Grace (Coréia), other Grace (EUA), Camila (Brasil), Alexandre (Brasil), Josh (EUA), Clay (EUA) e nossos líderes Cristina (EUA) e David (EUA). Nosso ministério principal vai ser no “Youth Center” ensinando Inglês para jovens com idades entre 15 e 25 anos. Além disso vamos trabalhar com uma casa que abriga quem sofreu com o tráfico de mulheres, vamos fazer evangelismo na prisão, trabalhar com crianças e ainda vamos trabalhar na base da YWAM de Battambang, que é onde vamos ficar.

O Camboja é um país onde 95% das pessoas são budistas, e apenas 2% são cristãs. Mas esses números estão se invertendo e o Camboja tem sido palco de um grande avivamento. O nosso objetivo e botar mais fogo nesse pessoal. Saindo da YWAM de Kona tem times de 3 diferentes escolas, juntando cerca de 30 pessoas espalhadas pelo país pregando o Evangelho. Eu, particularmene, acho que a idéia de dar aulas de inglês no “Youth Center” é genial, esses jovens que estão nas nossas mãos são o futuro daquele país, e a nossa missão fazer com que eles aprendam mais do que inglês, que no fim desses dois meses eles possam ter conhecido algo muito mais valioso e importante, que é Jesus!

Uma coisa que eu aprendi aqui em Kona foi que não adianta nada sermos pessoas boas se essa bondade toda não vier acompanhada do Evangelho. Não adianta nada você ser diferente se ninguém sabe o porque dessa diferença. Ajudar gente pobre, levar brinquedo em orfanato, fazer visita a asilo, qualquer um de qualquer religião faz, a diferença do Cristão tem que ser a paixão por Cristo e por fazê-lo conhecido como Salvador desse mundo, aí sim, nós vamos fazer realmente alguma diferença.

E é com esse pensamento que nós vamos pro Camboja. Nós vamos orar, aconselhar, expulsar demônios, impor as mãos sobre os doentes, mas sempre pregando a simples mensagem de que Jesus morreu na cruz por cada um de nós, pra levar sobre si cada pecado, cada enfermidade, cada culpa, e por causa disso não há condenação pros que estão em Cristo.

Obrigada a cada um que tem acompanhado isso aqui e orado por mim (só tiveram 2 posts antes então se você só leu esse você já acompanhou 33,3333333333…% kkkkkkk).

Fiquem com Deus!

Marcos 16: 15 “e (Jesus) disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura”

Olha o blog aí!

Quem é vivo sempre aparece!

Nem dá pra acreditar que tem dois meses que eu estou aqui. As vezes parece que passou tāo rápido, mas ao mesmo tempo TANTA coisa aconteceu. Eu não tenho mandado muita notícia porque esse foi um tempo em que eu seperei pra Deus tratar algumas coisas em mim.

Nesse post vou falar um pouco da minha vida aqui em Kona.

Eu moro junto com 7 pessoas. Yena, Grace, Alisha e Sheron sāo Koreanas; Cecile é Holandesa; Marissa, americana e Luciana é brasileira. Nós nos damos SUPER bem! Nosso quarto é bem grande, arejado, tem bastante luz…Temos um sisteminha de limpeza, cada uma faz a sua tarefa. Não é o quarto mais limpo do mundo, mas é bom o suficiente (tem umas fotos no fim do post…).

O meu dia aqui é mais ou menos assim:

06:30 – Acordo e me arrumo pra descer e tomar café da manhã (as refeições aqui são tipo buffett, o café da manhā começa a ser servido as 6 e termina 7:15).

7:30 – Vou pro “Prayer Room” (última foto) onde eu oro e leio a Bíblia (muitas vezes eu faço isso no meu quarto mesmo. O Prayer Room é uma sala que fica 24h por dia aberta, e foi feito pra que em momento nenhum o louvor, adoração e intercessão parem aqui na base).

8:30 – Começa a aula. Cada semana temos um tema diferente, já estudamos coisas como: o DNA de Deus, ouvir a voz de Deus, o Espirito Santo, como estudar a Bíblia… Aprendi coisas incríveis nessas aulas! Cada semana temos diferentes palestrantes e cada semana tem trazido coisas novas pra minha vida. Esse tem sido um tempo de aprender muito.

12:00 – Almoço. Hora de sentar e bater bapo com o pessoal. Quando estou muito cansada da tempo de dar uma domidinha antes dos compromissos da tarde.

13:00 – Prayer Room ou reunião com o time de “Outreach”. Terça, quinta e sexta fazemos começamos a tarde com 1 hora de louvor, seguido de 1 hora de intercessão no Prayer Room. Segunda e quarta temos reuniāo com o time de “Outreach”, no meu time somos 12 pessoas e vamos para o Cambodja. Quando estamos reunidos fazemos vários tipos de coisas, estudamos sobre o Cambodja, temos momentos de louvor, estudos, intercessão…

15:00 – Work Duty. Todos têm um “trabalho” na base, alguns servem as refeições, outros varrem as ruas, outros trabalham com crianças… Eu trabalho no escritório traduzindo o site do Inglês pro Português. Ás quartas feiras eu nāo vou pro escritório porque o meu time do Cambodja faz evangelismo de rua.

17:00 – Jantar.

Essa é basicamente a minha rotina aqui. É cansativo mas é muito bom!

Deixo aqui uma palavra que a minha mãe me deu e que eu vivo pasando pra galera aqui, e serve pra todo Cristão.

Romans 10 : 13 – 15
For, “Everyone who calls on the name of the Lord will be saved.” How, then, can they call on the one they have not believed in? And how can they believe in the one of whom they have not heard? And how can they hear without someone preaching to them? And how can anyone preach unless they are sent? As it is written: “How beautiful are the feet of those who bring good news!”

20120529-224624.jpg

20120529-224646.jpg

20120529-224656.jpg

20120529-224704.jpg

20120529-224735.jpg